quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Coisas simples...

"Aprendi a dar importância às coisas simples. A perceber que há alturas em que não precisamos de nada mais do que um sorriso, de sentir o sol a brilhar na nossa cara, de ver os que amamos felizes, de ler um livro ou ver um filme. Aprendo todos os dias que há coisas tão banais que me dizem tanto: pensar pela minha própria cabeça, tomar decisões conscientes, escolher os meus amigos, ter uma família que me ama, não ter nenhuma doença grave que ponha em risco a minha vida. Descubro também que não sou a única que tenho estas coisas, mas descubro que, na maioria das vezes sou das poucas que agradece por elas.
Existem à minha volta muitas pessoas que não sabem dar valor ao que têm. Estão tristes e desiludidas porque o chefe as aborrece, porque os filhos andam impossíveis, porque andam com uma dor no braço, porque os amigos não atendem o telemóvel, porque não têm tempo para elas, porque os pais são chatos, porque o que era bom era ganhar o euromilhões... Na realidade têm emprego, amigos, filhos, pais, trabalho e ocupação, uma dor suportável e passageira no braço e sonhos. Têm tudo (ou quase tudo!) Têm as coisas simples e banais que tantos não têm e lutam por ter: um emprego, amigos, ocupação, filhos, saúde e a família que amam viva e perto deles. As coisas simples, banais e ao nosso lado que tantas vezes nos esquecemos que estão lá!"

Não tenho jeito para escrever o que sinto, e o que penso. Por isso, este texto podia ter sido escrito por mim! Porque há Joanas que são muito especiais...esta é uma delas!

2 comentários:

O Blog da S. disse...

Adorei!
Também podia ter sido escrito por mim.
Para mim o melhir da vida é a família, por isso quero tanto formar a minha. :)

Beijinho.

♥ Nia disse...

Acabei de ler um outro episódio diferente no blog da Joana Roque mas no fundo, dá tudo no mesmo, o povo português tem um quê bem especial :p
São muitos os que se queixam, reclamam, que quase competem para ver qual é o mais desgraçadinho!! Eu quando tenho uma dificuldade, penso naqueles que infelizmente ainda estão pior, quem sou para me queixar!! Dou bem graças a Deus pelo que tenho à minha volta e escolho não ligar à ignorância desses outros a quem lhes falta uns dedinhos de inteligiência :p