quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Das mudanças que nos fazem bem...



Por vezes a mudança começa bem dentro de nós. Quando começamos a ver o mundo de forma diferente, quando pensamos de forma diferente, e principalmente, quando sentimos de forma diferente.
Acredito que o passar do tempo, a idade, a maturidade ou a experiência de vida possam influenciar essa mudança.
Comigo vem acontecendo aos poucos...
Mas Setembro acentua sempre este exercício de mudança, de ver o que se pode alterar nas rotinas, de pensar em que se pode ser melhor e o que se pode melhorar...
A grande mudança na minha vida deu-se com o nascimento das gémeas: tudo mudou! Apesar de tudo, a partir daí, tudo começou a ser melhor! A partir daí, a cada dia que passa, tento ser uma pessoa melhor, tento descomplicar...
Apesar de ter passado de 1 para 3 filhos, consegui gerir o meu tempo de tal forma, que parece que nunca tive tanto tempo como desde então. É tudo uma questão de organização, de escolhas, de prioridades...
E se uns dias são o verdadeiro caos, outros dias parecem ter 48 horas!
Outra grande mudança que se vai operando na minha vida é a simplicidade. Gosto cada vez mais de coisas simples, dos básicos, e começo a apreciar o estilo minimalista (apesar de estar a anos luz dessa realidade)!
Comecei a destralhar e tem resultado! Tenho imensa dificuldade em livrar-me das coisas, acho sempre que tudo me poderá vir a ser útil...e por isso esta é uma mudança lenta e gradual, mas que me dá verdadeiro gozo, prazer e orgulho!
Descobri que posso viver com menos, muito menos e aposto nisso em todas as áreas: na casa, no guarda-roupa, nos acessórios, no calçado, na cozinha, enfim...a questão que impera é "Preciso mesmo disto?". E na verdade não preciso, porque não é preciso muito para ser feliz!
E este post poderia continuar, e continuar...


1 comentário:

Magda E. disse...

Não sendo minimalista tb venho praticando o desapego material há um par de anos e sinto que cada vez estou melhor. Gosto mais da minha casa, preocupo-me menos com coisas que não consigo controlar, enfim...